sexta-feira, 10 de junho de 2011

É dificil... mas é possível.

Sem deixar de nos puxar para cima - É difícil, mas é possível! - António Barreto esquematiza as causas do estado da nação, uma vez mais, com a elevação, a seriedade e a clareza que lhe são características:

a mentira, 
os egos e as partidarites,
a imprevidência,
a falta de rigor e de trabalho,
o nosso comodismo
os maus exemplos
...
Para ouvir, refletir e pôr em prática.




Um discurso digno de um CHEFE DE ESTADO!


Alguns políticos não aplaudiram. Terão ficado paralisados de vergonha?

1 comentário:

A flor do cardo disse...

Ador0 a clareza deste homem. Adoro a sua demarcação da politiquice conveniente e interesseira.
Portugal ainda tem homens destes, por isso nada é impossível!